A adoção das minhas filhas de 4 patas

Fala galere, tudo bem com vocês?

Por aqui, tudo bem! Fora a enxaqueca clássica de TPM, está tudo na santa paz!

Hoje meu TBT vai para essas duas fofas, minhas filhas de 4 patas, a Lilica e a Pipoca. 

Por quê um TBT para elas?

Porque ambas são adotadas e faz 1 ano e 1 mês que a pipoca foi adotada e fará 2 anos que a Lilica foi adotada. E elas mudaram a minha vida!

Lilica chegou em março de 2018. Fui em uma feira de adoção, porque já estava querendo adotar uma cãzinha há um tempo, mas não tinha dado certo ainda. Falei que ia na feira “só para ver”! Doce ilusão para um coração mole como o meu. 

*Giphy

Ao ver a Lilica foi amor à primeira vista! De ambas as partes, acredito eu. Ela estava com os olhinhos tão, tão tristes que partiu meu coração em trocentos pedaços e eu não iria conseguir sair daquela feira sem levá-la comigo! Especialmente depois de saber da história dela: 2 abandonos + maus-tratos. Por isso a bichinha estava tão tristinha e tão desconfiada e com medo das pessoas. 

O início não foi fácil. Nem para mim, nem para ela. Ela, muito desconfiada e medrosa, eu me adaptando ter um serzinho dependente de mim. Mas, mesmo assim, ela sempre foi muito carinhosa! Muito carente e necessitando atenção. Quando ela começou a se soltar, foram-se  2 pares de chinelos, 1 sandália, 3 tapetes, parte pequena do sofá… Mas, tudo bem! Ela estava me ensinando o desapego das coisas. Que o mais importante de tudo nessa vida não são coisas. 

*Giphy

Com 1 ano de Lilica em casa, recebemos uma mensagem num grupo de cachorros que participamos a imagem da pipoquinha. Completamente diferente do que ela está hoje! A moça a resgatou na rua, na L4 sul, toda suja, com infecção no olho e ouvido e toda cheia de feridas no corpo. Meu coraçãozinho que tinha os pedaços colados se partiu novamente… E lá fomos nós entrar em contato para ajudar e verificar a possibilidade de adotá-la. 

A moça que resgatou, uma estudante de veterinária, não poderia ficar, porque ela já tinha 3 cachorros. E, aparentemente, a pipoquinha não se dava bem com eles. Além disso, a moça me disse que ela estava vomitando muito, mas que o apetite se mantinha. Mesmo com tudo isso, decidimos adotá-la. Pensamos que seria bom para a Lilica, que estava ficando bem grudada em mim e muito possessiva com suas coisinhas.

Quando levamos pipoquinha no veterinário para a primeira consulta, foi aí que constatamos que ela estava com todas as infecções e que ela possivelmente era alérgica a algo. Gastamos bastante para que ela melhorasse, mas valeu super a pena! Ao passar do tempo descobrimos que ela é alérgica à proteína da carne (Evolução fail!). Começamos comprar ração hipoalergénica e ela melhorou bastante os vômitos, mas ainda se coçava muito, especialmente seus olhinhos. Começamos então, um tratamento para alergia crônica. E ela virou outra cachorra! Toda serelepe e brincalhona! Uma cãzinha feliz! 

Pensamos que ela foi abandonada justamente por ter esses problemas. É o que acontece com cães de raça. Muitos tem problemas alérgicos, mas nem todos os seres humanos estão dispostos a cuidar. Aí, abandonam… Mesmo sendo de raça! 

A Liliquinha, vira-lata raiz, quase não tem nada! No início ela teve que tomar antibióticos, remédios e tal. Hoje ela está ótima e raramente tem alguma coisa. 

*Giphy

O mais maravilhoso é que ambas se adaptaram super bem! Uma não consegue ficar sem a outra por muito tempo. As duas são super companheiras e brincalhonas! Sacudiram nossas vidas de cabeça para baixo e as transformou para melhor! 

Adote uma vida! 

Publicado por Carol Bernardo

Sou a Carol. Também sou bióloga, ecóloga e economista, bailarina, mãe de duas cãs, professora universitária, pesquisadora por paixão, vascaína por opção, carioca de nascimento, brasiliense de coração e escritora nas horas vagas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: