Evolução e a Mudança do Clima

Somos uma espécie jovem no planeta Terra.

Uma das últimas a surgir. No tempo do Universo, somos um bebê engatinhando ainda. Apesar disso, fizemos muitas coisas boas para a nossa própria humanidade. E, algumas cagadas!

*Giphy

Tem um equívoco na interpretação da escala evolutiva: muitos acham / acreditam que os seres humanos são superiores aos outros animais, por estarem representados por último ou primeiro ou mais em cima da escala. 

Mas, o que está representado é o seguinte: todos os animais que vivem nos dias de hoje, junto conosco, estão na mesma linha evolutiva, no tempo “0”, que significa hoje. Ou seja, tá todo mundo no mesmo saco gente! Todas espécies estão convivendo no mesmo tempo e espaço na escala geológica / evolutiva. Né legal isso?

(Isso é bom!)
*Giphy

E isso diz muito sobre nós. Tanto a interpretação equivocada como a não equivocada. Não somos superiores a ninguém. Muito pelo contrário, somos “xófens” nessa Terra frente aos outros seres que aqui habitam. Fomos os últimos a chegar nesse mundo e já viemos causando! 

Por causa de nossa “sapiência”, nossa sabedoria, nosso sistema nervoso complexo, nosso cérebro com milhões de conexões, somos capazes de coisas grandiosas! Mas, pensar grande para um lado pode “dar ruim” para o outro lado. 

Conquistamos os mais diversos ecossistemas da Terra. Do mais frio ao mais quente. Conseguimos viver nesses ambientes, graças à nossa capacidade de transformação, inovação e realização. Mas, devido a algum distúrbio comportamental (pitadas de ironia da minha parte), a ganância consumiu muitos de nossa espécie. O que contribuiu para causar impactos negativos sobre o meio no qual todos os seres habitam e convivem. Inclusive a nossa espécie. 

E, alguns dias atrás, escutei a seguinte frase: “A Terra permanecerá! Quem vai sumir da face dela são os próprios seres humanos, que estão cavando a própria cova.” Não me lembro onde ouvi e quem falou. Só sei que ela me impactou, porque parte de mim concorda com essa afirmação. Fico pensando: “será que conseguiremos sair dessa? Será que sobreviveremos apesar de tanta merda que visemos contra nós mesmos?”. 

*Giphy

Causamos tanto impacto… mudamos tanto este planeta maravilhoso. Penso que viveremos no extremo: ou em um local muito quente ou muito firo, inundado ou desértico, com pouco oxigênio disponível na atmosfera. Será que as próximas gerações conseguirão achar mecanismos para adaptação e sobrevivência? 

Fica a reflexão.

Fonte imagem: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=41560

Publicado por Carol Bernardo

Sou a Carol. Também sou bióloga, ecóloga e economista, bailarina, mãe de duas cãs, professora universitária, pesquisadora por paixão, vascaína por opção, carioca de nascimento, brasiliense de coração e escritora nas horas vagas.

Um comentário em “Evolução e a Mudança do Clima

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: